GeoSecovi

A tomada de decisão no mercado imobiliário exige muitos cuidados, por isso, o SECOVI-SP está sempre buscando novas tecnologias para auxiliar os seus associados.

O GeoSECOVI, coordenado por Claudio Bernardes, Mauro Teixeira Pinto e Eduardo Della Manna, introduz o sindicato na tecnologia do geoprocessamento, disponibilizando um poderoso instrumento de análise do mercado imobiliário e aumentando, assim, a relação de serviços oferecidos pela entidade.

O geoprocessamento é uma ferramenta inovadora, voltada para o mapeamento e diagnóstico da produção imobiliária. Trata-se de um instrumento de gestão da informação e do conhecimento que visa, entre outros, apoiar decisões relativas à estratégia de atuação das empresas do setor.

A difusão dessa tecnologia decorre da agilidade e eficiência no tratamento de dados referenciados ao espaço físico. Esses sistemas manipulam, simultaneamente, dados oriundos de diversas fontes como mapas, cadastros, tabelas, possibilitando recuperar e combinar informações com vistas a efetuar os mais diversos tipos de análise sobre os dados.

Vale-se, para isso, da utilização de Sistemas de Informações Geográficas-SIG, cada vez mais utilizados em diversas áreas, e que permitem aos seus usuários relacionar e sobrepor diversas informações sobre a cidade, utilizando dados oriundos de vários órgãos da administração municipal, estadual ou federal, bem como da iniciativa privada.

Inúmeras são as aplicações para esta tecnologia, podendo ser citados, como exemplos:

  • o estudo da diferenciação e da estruturação sócio-espacial;
  • a evolução da ocupação dos espaços metropolitanos, seus padrões e tendências;
  • a quantificação e/ou qualificação dos equipamentos e serviços urbanos;
  • a dinâmica da produção imobiliária;
  • a mobilidade populacional e a segregação urbana;
  • planejamento urbano e regional;
  • uso e ocupação do solo;
  • expansão das redes de equipamentos públicos e privados;

O geoprocessamento, dada sua capacidade em armazenar, gerenciar e analisar diversos tipos de dados espacialmente referenciados, mostra-se efetivamente, como importante instrumento na realização de consultas e análises, gerando novas informações e permitindo uma melhor visualização da distribuição espacial de fenômenos demográficos, sociais, econômicos, ambientais e imobiliários.

Missão

“Fornecer conhecimento por meio do maior número de informações relevantes, atualizadas e geoprocessadas, para auxiliar a tomada de decisões dos segmentos representados ou potencias interessados em informações no mercado imobiliário e estimular o desenvolvimento de metodologias para pesquisa científica na área imobiliária, a partir de dados georreferenciados.”